5 dicas para gerenciar uma equipe remota de desenvolvimento

equipe remota: homem trabalhando em mesa com laptop, xicara de café ao lado entre outros eletronicos a sua volta

Com as novas adaptações que a pandemia trouxe, uma delas foi a forma de trabalhar que mudou de vez. Mudamos para a comunicação online e isso tem trazido ótimos resultados, alguns aprenderam a equilibrar trabalho e vida pessoal enquanto se hospedavam em um local, outros gostaram da liberdade de trabalhar onde quisessem e de ter um horário flexível.

O trabalho remoto é uma dessas formas de trabalhar que ganhou espaço e popularidade nos últimos anos. Quando se trata de uma equipe remota, exige abordagens inovadoras para que ocorra o gerenciamento, essas já são adotada por muitas empresas. Os profissionais de TI são os mais adaptáveis ​​ao estilo remoto ou híbrido.

O recrutamento agora acontece online, o mesmo se aplica à integração de funcionários. Esteja você procurando desenvolvedores terceirizados ou lidando com sua equipe geograficamente dispersa, você pode encontrar problemas semelhantes. Como garantir uma comunicação eficaz? E se alguém negligenciar as coisas que considero importantes? Como estabelecer um trabalho eficaz do ponto de vista técnico?

Neste artigo te contaremos quais são os desafios mais comuns no dia a dia sobre o gerenciamento de uma equipe remota de desenvolvimento e como conseguir supera-los.

equipe remota: homem trabalhando em mesa com laptop, xicara de café ao lado entre outros eletronicos a sua volta
Foto por Tyler Franta

5 desafios durante o gerenciamento de uma equipe remota de desenvolvimento

Para começar é necessário saber quais são os principais desafios encontrados no gerenciamento de uma equipe remota, conhecendo quais são fica mais fácil supera-los.

Desafio 1: Falta de comunicação

Quando se trata de trabalho remoto, um dos principais problemas no gerenciamento de uma equipe remota é a falta de comunicação pessoal. Muitas vezes localizações geográficas diferentes pode causar problemas de fuso horário, o que torna um problema para ajustar a programação do projeto ou até mesmo construir relações pessoais entre a equipe.

Transmitir uma mensagem pode ser um problema também já que pode ser compreendida em um tom errado, ou dificultar a resolução de problemas que seriam muito mais fáceis através de uma conversa pessoal.

Como você mantém contato com a equipe distribuída? Você não pode fazer sem chamadas regulares.

Solução:

Escolha um canal de comunicação que se adequa melhor com sua equipe remota de desenvolvimento. Vocês podem até trocar ligações ou interagir por meio de ferramentas como Slack, Skype, Google Meet, e-mail ou redes sociais.

As reuniões virtuais devem ser breves, relevantes e consistentes. Avise seus colegas antes de realizar uma reunião, para que eles conheçam o tópico e os principais pontos da conversa.

Uma equipe remota bem-sucedida precisa de políticas de comunicação claras. Defina mensagens apropriadas para cada canal de comunicação, por exemplo, um bate-papo marca todas as caixas para resolver problemas menores, o mesmo acontece com a criação de um guia rápido de instruções de trabalho. Ou você pode ter uma chamada individual. As principais perguntas podem exigir a realização de uma reunião de departamento com toda a equipe.

Desafio 2: todos da equipe estão sendo produtivos?

Quando se trata dos desafios de gerenciar equipes remotas, às vezes é difícil acompanhar seu progresso, o ideal é confiar que todos cumprem suas funções e ser razoável ao gerenciar uma equipe remota. Você pode acompanhar o progresso de seus funcionários o tempo todo ou nos chamados pontos de verificação.

Monitorar o progresso de funcionários não é aconselhável pois é contraproducente para você e seus funcionários. Afinal, equipes remotas podem trabalhar mesmo quando não estão sentadas em frente ao computador. Por exemplo: pensar sobre uma estratégia.

Estabelecer marcos específicos tornará mais conveniente para você e sua equipe. Eles alocarão tempo e trabalho em um ritmo adequado, e você verá para onde a equipe está indo e fará ajustes, se necessário.

Solução:

Através de análises de CRM (Customer Relationship Management) que nada mais é que uma tecnologia utilizada para gerenciar contatos, realizar reuniões via chat, organizar chamadas para monitorar a situação em determinados pontos específicos.

Desafio 3: Priorizar tarefas

Trabalhar sem recomendações claras é como trabalhar as cegas, portanto, é fundamental definir todas tarefas e prazos no caso de uma equipe remota de desenvolvimento. Desta forma ninguém trabalhará além de suas responsabilidades ou se sobrecarregará.

Os desenvolvedores geralmente trabalham em fusos horários diferentes. Portanto, é melhor delinear as tarefas e prazos para alocar o tempo e os recursos para sua conclusão, este processo de trabalho é conhecido como metodologia ágil. Essa abordagem se baseia em marcos e prazos curtos. Como resultado, você controla os estágios do produto, para onde o desenvolvimento vai e quais decisões iniciais precisam ser repensadas.

Tudo aqui se trata de flexibilidade, e isso é benéfico para todos envolvidos no projeto, os desenvolvedores, líderes de equipes, clientes e usuários finais.

Solução:

Gerenciar uma equipe remota inclui:

  • definir tarefas para um ou vários funcionários ao mesmo tempo;
  • determinar prazos a serem cumpridos;
  • dividir grandes projetos em sub tarefas;

Existem algumas ferramentas que auxiliam no gerenciamento de tarefas, são elas:

equipe remota: mulher realizando uma reunião online em seu computador
Foto por Unsplash

Desafio 4: Sentimento de desapego

Embora trabalhar com pessoas que você não conviva diariamente possa afasta-los de você, isso não deve afetar o resultado pelo qual todos estão trabalhando. É necessário manter todos sempre atualizados e motivados.

Solução:

Informe os membros de sua equipe sobre os objetivos da empresa, escolhas críticas, revisões de estratégia e outras informações importantes. Certifique-se de que todos estejam na mesma página e compartilhem a visão de sucesso da empresa e como chegar lá.

Comece as reuniões atualizando o que seus funcionários alcançaram. Explique o que você aprecia e o que é melhor melhorar. Bônus em dinheiro por resultados  também são motivadores significativos.

Desafio 5: Diminuir riscos de força maior

Os funcionários no escritório podem ficar doentes, tirar folga para eventos pessoais ou fazer uma viagem curta. Os trabalhadores remotos também. Mas, na verdade, ninguém os controla, então alguns podem abusar de sua confiança e falar sobre força maior quando não há.

Lembre-se que somos todos humanos, os trabalhadores remotos também podem ter situações difíceis na vida, e é vital dar-lhes um pouco de liberdade se as circunstâncias o exigirem.

Solução:

Discuta com antecedência quais casos são possíveis do funcionário tirar folga, peça para que avisem de problemas de saúdes ou pessoais assim que possível para que seja planejada as mudanças no projeto, tais como, distribuição de tarefas e responsabilidades na ausência de algum membro da equipe.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *