Assistente virtual: O que é necessário para ser um?

Assistente virtual - rapaz trabalhando no seu notebook em uma sala confortavel

Você está curioso para saber o que é um assistente virtual?

Um Assistente virtual é um trabalhador procurado geralmente por empreendedores e empresas online para oferecer um serviço de forma remota, podendo assim ser responsável por inúmeras tarefas e agilizando o trabalho que sobrecarregaria um escritório ou um ambiente de trabalho presencial tradicional.

Geralmente quando se pensa em um assistente virtual, logo vem a cabeça as funções relacionadas a um assistente administrativo ou de um escritório. Porém, essa função tem se expandido muito com o crescimento do Home office, dando espaço para outras tarefas e habilidades que podem envolver: gerenciamento de conteúdo online, mídias sociais, criação de artigos para blogs, etc…

Nesse artigo vamos te dar todas informações necessárias para quem busca por essa opção de trabalho remoto que está cada vez mais em alta e cheia de oportunidades no mercado.

mãos digitando no computador - Assistente virtual
Foto por Glenn Carstens Peters

O que faz um assistente virtual?

Para quem nunca ouviu falar sobre essa profissão antes, pode se enganar pensando que ela se limita apenas a tarefas administrativas, de agenda e secretariado.

Vamos listar para você alguns exemplos de algumas funções do dia a dia de trabalho de um assistente virtual:

1. Trabalho administrativo

Um assistente virtual pode realizar funções que um assistente administrativo realiza presencialmente, como por exemplo:

  • gerenciamento de compromissos e reuniões;
  • organização de agenda;
  • receber ligações telefônicas;
  • data entry;
  • reserva de viagens.

A única diferença é que o trabalho é realizado remotamente.

2.  Criação de conteúdo

Conteúdo é o que impulsiona Marketing digital e ajuda a impulsionar a otimização do mecanismo de pesquisa e direcionar o tráfego para o website. Tendo isso em vista é de extrema importância ter alguém responsável por esse segmento, independente da area de atuação da empresa.

A criação de um conteúdo para agregar no negócio precisa de uma atenção muito especial, pois precisa de muita pesquisa de temas relevantes, palavras chaves, imagens e vídeos e manutenção do próprio site. Para isso a terceirização do serviço pode ser uma ótima opção para garantir a qualidade.

3. Finanças

No final das contas o assistente virtual não vai fazer toda a contabilidade da empresa, porém ele pode te auxiliar na administração das finanças.

Criar orçamentos, fazer compras, análise de mercado, um estudo  de vendas, preços, curva ABC de produtos, cuidar dos gastos para que eles fiquem o mais transparentes possíveis.

O resultado disso?

Evitar tempo perdido e prejuízos do dia a dia.

4. Gerenciamento de mídias sociais

Nos dias atuais, uma das armas mais poderosas do Marketing é colocar seu produto ou serviço em evidência para atrair futuros clientes. Com isso em mente é impossível não pensar na força que a presença nas redes sociais tem, e isso feito com o devido profissionalismo pode alavancar qualquer negócio.

É nessa hora que o assistente virtual entra como um aliado, sem o intermédio de uma agencia e com um profissional cuidando dessa parte para você.

5.Atendimento ao cliente

Sabe por quê esse foi um dos primeiros segmentos a contratar assistentes virtuais?

Pensa comigo…

A maioria das interações realizadas em atendimento ao cliente são baseados em dúvidas e perguntas similares, portanto facilmente respondidas com o conhecimento e treinamento ideal. E se os assistentes virtuais não conseguirem lidar com um determinado problema, os mesmos poderão ser escalados para um segundo nível de suporte.

6. Gerenciamento de E-mail

Todos nós sabemos o quanto é fácil acumular e-mails, ter a caixa lotada de spam ou acabar se perdendo no meio de tantas mensagens. Isso pode ser um problema ainda maior se o canal de atendimento da empresa em questão é via e-mail, em que eles precisam ser respondidos em tempo hábil.

Esse é um motivo pela qual empresas terceirizam essa função para o assistente virtual. Eles filtram os e-mails, eliminam os spams, podem responder consultas e solicitações de emprego, perguntas gerais, organizarem sua caixa de entrada, e até mesmo criar campanhas impulsionadas.

Como você pode ver esses foram somente alguns exemplos das várias funções um assistente virtual exercer! As tarefas podem variar e serem especificas de acordo com suas habilidade e necessidades do empregador.

Como entrar nesse mercado de assistência remota?

Trabalhar como Freelance, e ter controle dos seus horários e de sua produtividade é algo que está cada vez mais em evidencia. Trabalhar como assistente virtual é uma ótima opção, mas lembre-se, os serviços que podem ser prestados são inúmeros mas não adianta nada você pegar um trabalho que envolva alguma habilidade que não domine.

Essas são dicas que podem alavancar sua carreira profissional na área:

  •  crie seu portfólio de serviços e entregue para pequenas e médias empresas na sua região;
  •  monte uma página de negócios no Facebook, a Fan-page. Divulgue seu trabalho e disponibilize seus contatos;
  •  tenha um perfil comercial no Instagram;
  •  crie um perfil profissional no Linkedin
  • crie seu próprio site e divulgue nele.

Separamos alguns sites que podem te ajudar bastante também:

Assistente virtual - rapaz trabalhando no seu notebook em uma sala confortavel
Foto por Unsplash

Quais são os benefícios de se ter um assistente virtual?

Agora que você já sabe o que é e as inúmeras funções que ele pode ser responsável, vamos ver o porque essa opção está sendo tão visada pelos empregadores.

1. Melhor aproveitamento de recursos

Vamos supor que você tem um funcionário de nível médio ou sênior e precisa escolher entre essas duas opções:

  1. Seu recurso desempenhar um papel ativo na liderança de estratégias de crescimento do seu negócio; OU
  2. Deixá-lo preparando diariamente relatórios administrativos, que fazem parte da rotina do departamento.

Qual você escolheria? As chances de optar pela primeira opção é alta né? simplesmente por parecer mais interessante e mais importante. Mas isso não torna viável negligenciar as tarefas administrativas. Se fizer isso seu negócio iria desmoronar.

Por conta disso contratar um assistente virtual é interessante! A parte burocrática e administrativa pode ser assumida remotamente, e o seu funcionário Sênior teria tempo integral para se dedicar nos assuntos estratégicos e que precisam ser feitos pessoalmente.

2. Redução de custos

Um dos principais motivos pelas quais empresários e empresas terceirizam o trabalho é pelo custo envolvido. Ter uma pessoa remoto trabalhando pode garantir uma economia de gastos com transportes, alimentação e lugar físico em seu escritório.

Outra economia grande se dá com relação ao treinamento. Normalmente, as empresas precisam treinar sua equipe interna em tarefas e deveres depois de passar pelo processo de contratação. Tudo isso custa tempo e dinheiro. Os assistentes virtuais são especialistas em suas áreas de atuação. Dessa forma, o proprietário de uma empresa não precisa perder tempo nem dinheiro para treiná-los. Eles podem começar imediatamente!

3. Economia de tempo

Outra razão pela qual esse tipo de serviço remoto é visado é a economia de tempo. O tempo que uma empresa gastaria com seu departamento de RH para anunciar a vaga, selecionar e entrevistar é economizado.

Isso torna tudo mais simples, é possível contratar um profissional com mais agilidade e direciona-lo para a função que você precisa sem perder tempo. Sem contar que a contratação não fica limitada apenas ao seu bairro/cidade, é possível ter um assistente virtual capacitado para realizar o projeto podendo estar do outro lado do país ou do mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *