Como se candidatar a uma universidade em Portugal?

sala de faculdade cheia de alunos aprendendo através de um telão com projeção

Atualmente mais de 50.000 estudantes recorrem a uma universidade em Portugal como destino de estudos no estrangeiro, devido aos custos de vida e propinas (mensalidades) mais baixas que o país oferece em comparação com outras grandes cidades europeias. Portugal oferece além das belezas do mediterrâneo, educação de alta qualidade e fácil acesso. O país concentra um total de 50 universidades que tem como objetivo os diplomas e 84 politécnicas, que foca o estudo mais prático.

Mas afinal de contas o que é necessário para entrar em uma universidade em Portugal?

Universidade em Portugal: 3 garotas com roupas de formandos em frente à uma faculdade
Foto por Leon Wu

O que é necessário para estudar em Portugal?

Da mesma forma que uma pessoa que está indo para trabalhar no país, um estudante também precisa se programar e legalizar sua documentação antes de realizar sua viagem. Além do passaporte, o visto de estudante deve ser solicitado assim que ocorrer o aceite na universidade em Portugal.

Para nós brasileiros, como não fazemos parte da União Europeia, é necessário ser feito uma consulta no Serviço de Imigração e Fronteiras (SEF) para se candidatar à autorização de residência assim que acontece a chegada em Portugal.

Existem dois tipos de visto aplicáveis a estudantes não pertencentes da União Europeia, são eles:

  • Tipo C: Visto de curta duração para estudantes ou pesquisadores que realizarão um curso ou projeto em Portugal, com duração menor que 90 dias.
  • Tipo D: Já este visto é para todos estudantes ou pesquisadores que pretendem estudar em Portugal por um período superior a 90 dias.

Ambos os vistos permitem que os estudantes optem por ter um trabalho casual (até 20 horas por semana) e trabalhar a tempo integral quando estiver de férias ou em períodos sem estudos.

Universidades em Portugal

Através do Processo de Bolonha, o ensino superior em Portugal tem sua qualidade comprovada e alinhada entre as melhores universidades do continente, oferecendo três tipos de diplomas: bacharelado (licenciado), mestrado e doutorado. Em sua maioria ministrados em português, entretanto há um crescente número de cursos ministrados em inglês, principalmente no nível de mestrado.

As propinas nas universidades em Portugal são relativamente baixas. Universidades publicas geralmente cobram menos de 1500€ por ano para seus programas de bacharelado e mestrado, algumas universidades privadas podem cobrar até 4000€ por ano.

Dentre as três maiores universidades em Portugal, temos a maior delas localizada em Lisboa, a Universidade de Lisboa (ULisboa) que atualmente possui cerca de 50.000 alunos e é respeitada internacionalmente. Em sequencia em questão de dimensão, a Universidade do Porto que atualmente está entre as universidades portuguesas melhores colocadas no ranking mundial, tendo 10% de seus estudantes internacionais é reconhecida por sua forte pesquisa acadêmica. A terceira maior universidade portuguesa é no caso a mais antiga do país, tendo uma história de mais de 700 anos: a Universidade de Coimbra atualmente tem cerca de 22.000 estudantes, tendo entre eles um dos maiores grupos de estudantes internacionais do país.

Abaixo uma lista das melhores universidades em Portugal para facilitar sua busca:

Se inscrevendo em uma universidade em Portugal

Se inscrever em uma faculdade portuguesa vai variar de acordo com dois fatores, se o indivíduo tem cidadania Europeia ou não tem.

Sem cidadania Europeia:

Existem algumas maneiras que tornam possíveis estudar no país desta forma, uma delas é realizando o Ano Zero, que se trata de um curso pré preparatório oferecido pelas próprias faculdades e tem duração de um ano. Geralmente os alunos focam o Ano zero na área de Ciências e Tecnologia ou Ciências sociais e Humanitárias. Ingressando no ensino superior já tem a opção de eliminar essas matérias da grade curricular.

Dentre as universidades em Portugal que oferecem esse oportunidade estão:

Outra forma é realizando provas especificas da instituição, não são todas que realizam esses exames diretos, portanto é necessário conferir se a faculdade em questão tem o sistema. Geralmente bastará realizar a candidatura, aguardar a análise curricular e a entrevista.

Viver em Portugal legalmente por no mínimo 2 anos ou ter Estatuto de igualdade, também pode ser uma forma de conseguir estudar no país. Muitas universidades oferecem essa vantagem, podendo variar as condições entre elas.

Existe também a possibilidade de ingressar no estudo superior português através do ENEM. Atualmente cerca de 50 universidades aceitam o sistema brasileiro como porta de entrada, no entanto sua nota deve estar equivalente ao sistema português. A Universidade de Coimbra, por exemplo, disponibiliza uma calculadora que permite conferir a compatibilidade com a nota de corte do curso escolhido. De forma geral, as notas mínimas variam entre 650 a 700.

Com cidadania Europeia ou portuguesa:

Tendo cidadania portuguesa, não existe a possibilidade da candidatura através do ENEM. Sendo assim, necessário realizar o Concurso Nacional de Acesso,uma prova unificada realizada uma vez ao ano e classificando os alunos aptos a entrarem na universidade.

Buscar uma escola secundária em Portugal, com seu histórico escolar brasileiro, também é necessário para que seja feito um processo de equivalência das notas.  As notas do ensino médio brasileiro também são usados no processo seletivo.

O concurso Nacional de acesso é aberto para candidatura referente a cidadania europeia de qualquer outro país.

sala de faculdade cheia de alunos aprendendo através de um telão com projeção
Foto por Dom Fou

Quais documentos são exigidos para inscrição em uma universidade em Portugal?

Para começar seu ano letivo em uma universidade em Portugal, primeiramente é necessário apresentar a documentação correta:

  • formulário de inscrição preenchido, é a prova de que vc passou no exame de admissão;
  • certificado reconhecido comprovando a conclusão do ensino médio/ bacharelado;
  • Transcrições de todos seus registros acadêmicos;
  • comprovante da taxa de inscrição (50€)
  • portfólio (necessário para apenas alguns cursos/graus de ensino).

Os documentos relacionados aos seus estudos anteriores devem sempre ser apresentados na forma original e com traduções para o inglês.

Prazos para se candidatar em uma universidade em Portugal

Geralmente a candidatura para embarcar em uma universidade em Portugal é dividida em três partes ao ano, e os cursos universitários começam no outono ou na primavera. O ideal é conferir sempre no site da própria instituição pois esses prazos podem variar e mudar de acordo com cada uma delas, entretanto os prazos gerais são:

  1. primeira inscrição: abril a maio
  2. segunda inscrição: junho a julho
  3. terceira inscrição: agosto a setembro.

A resposta oficial da universidade é dado entre um ou dois meses após o prazo de inscrição.

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *